Em recente entrevista (dia 31 último) concedida a Mary Jo Foley, do site especializado ZDNet, o vice-presidente executivo da Microsoft, Terry Myerson, revelou ser estratégico investir em nossa plataforma móvel predileta. Segundo ele, uma forma da Microsoft manter arquitetura ARM e ecossistema de desenvolvimento Windows 10 Mobile em seu portifólio.

Myerson: “Tecnicamente, há duas coisas que são realmente únicas sobre o Windows Mobile. Uma é a conectividade móvel, outra os processadores ARM. Acho que, tanto a conectividade celular, como os processadores ARM, possuem significativo papel no cenário técnico”.

Myerson observa: “é super difícil, super, super difícil se reiniciar do zero” – Windows Mobile 6.5, Windows Phone 7, 8, alguém? Foram duras transições. Criar e certificar pilhas de telefones, que trabalham com 4G, e no futuro 5G, por exemplo, levaria muito tempo.

Myerson explicou ser fácil justificar investimentos em crescimento, mas que investimento por razões estratégicas, como a manutenção de uma competência, é muito mais difícil se defender. “Às vezes, quando você está investindo em crescimento é mais fácil, mas quando se investe em estratégia, ou coisas assim, às vezes as pessoas podem questioná-lo”, observou, prosseguindo: “Não há muito debate acerca do papel que processadores ARM desempenharão no futuro, assim como a conectividade celular”.

Fonte: via MSPoweruser.